12 de setembro de 2014

[RESENHA] A Hora da Estrela, de Clarice Lispector

(Foto: Nina)








INFORMAÇÕES:
 

Título: A Hora da Estrela Autor: Clarice Lispector
Editora: Rocco 
Ano: 1998
Número de páginas: 87












Dizer que Clarice Lispector é definitivamente uma das minhas favoritas seria vago e pequeno diante da grandiosidade dessa autora e de suas obras. Dizer que A Hora da Estrela é um livro genial e singular, também seria pouco, caros leitores. Então, por que decidi fazer essa resenha mesmo em u momento em que as palavras fugiram-me? Porque assim como o narrador da história disse que precisava falar sobre a tal Macabéa eu também preciso vomitar o que sinto sobre esse livro. Pois bem, tentarei externar tamanha alegria em reler esse livro que deve ter feito parte da vida de muitos na época do colégio, ou até mesmo na faculdade – que foi o meu caso.


Clarice criou o narrador Rodrigo que, em minha humilde opinião, deve trazer muito de si mesma. Se você, querido leitor, não tiver paciência com Rodrigo já digo logo que nem deve iniciar a leitura do livro que vos falo. Sim, ele faz rodeios, devaneia, vai a Marte e volta para, só depois, começar a falar da personagem principal de nome esquisito: Macabéa. Se você é curioso - assim como eu - gosta de filosofar um pouco sobre a vida e é um tiquinho calmo, vai praticar a serenidade para poder apreciar essa obra.

(Foto: Nina)


Macabéa é nordestina, esteticamente feia, mulher de poucos quereres e datilografa, aliás, uma péssima datilografa. Depois de perder a tia divide um quarto com algumas pessoas e vive por si mesma, sozinha. Como constatou Rodrigo:


Ela era incompetente. Incompetente para a vida. Faltava-lhe o jeito de se ajeitar. Só vagamente tomara conhecimento da espécie de ausência que tinha de si em si mesma. Se fosse criatura que se exprimisse diria: o mundo é fora de mim, eu sou fora de mim."


Ah, Macabéa... Uma mulher que preenchia suas horas vagas ouvindo uma Rádio Relógio, mesmo sem entender a tal da "Cultura" que eles tanto diziam. Por sorte (ou azar) Maca começou a namorar Olímpico, funcionário de uma metalúrgica que não tinha muita paciência com a moça. De fato as falas da personagem eram um tanto aleatórias e mesmo ela se esforçando para agradar o rapaz ele acabava sempre irritado com ela. Em alguns momentos, confesso que senti pena de Macabéa, em outros eu tinha vontade de sacudi-la BEM forte e dizer: pare de pedir desculpas por tudo e seja forte, menina!Mas depois a vontade passava e eu percebia que ela era de fato a representação do povo: humilde, ignorante e simples.
Macabéa se doía. Era uma mulher sofrida demais. E em um determinado momento de sua vida, por indicação de uma amiga, resolve ir a uma cartomante que prevê um futuro brilhante, típico de uma estrela... Seria um pouco demais para ela? Neste momento, com a previsão da tal mulher, a personagem parece se sentir viva e animada para a vida. Mas o que o futuro preparou para a nordestina? E o seu namorado? Essas respostas e tantas outras de devem angustiar o seu peito só serão respondidas com a sua leitura. :)

Por Nina

Redes Sociais

10 comentários:

  1. Clarice reflete a alma feminina, e seus anseios e incertezas.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela reflete a alma feminina como ninguém. AMO!
      Beijos...

      Excluir
  2. Comecei a ler Clarice esse ano, li A Hora da Estrela por indicação do meu namorado e me apaixonei pela escrita dela. Cada página me fazia refletir sobre algo diferente e terminei o livro me sentindo mais viva. Apesar do triste fim eu gostei de tudo o que a autora colocou no enredo tão "simples". Um livro mágico.
    Sua resenha está lindíssima, parabéns!
    Beijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro tem um teor altamente reflexivo e nos faz repensar um monte de coisas...
      Muito obrigada! :D
      Beijos...

      Excluir
  3. Te indiquei em uma tag lá no blog <3
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/2014/09/tag-conhecendo-blogueira.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela indicação. Adorei e em breve responderei. :)

      Excluir
  4. Olá, tudo bem?
    Gostei muito da sua resenha e pasme, nunca li Clarice :(.. mas pretendo ler e de todos dela, este é o que mais quero ler. Tomara que eu goste, bjus!!!
    http://www.magisbook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo ótimo e você?
      É mesmo? Vale a pena. É uma leitura realmente envolvente.
      Beijos...

      Excluir
  5. Acho incrível a forma que Clarice nos faz refletir sobre tudo, mesmo tendo lido pouco de suas obras, o que é uma pena. Esse livro parece ser uma grande obra! Gostei da sua resenha.

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir

Tell me! =)
Os comentários serão respondidos nesta página.