29 de setembro de 2014

ERROS

(Imagem retirada da internet)
Entristeço em perceber o quanto o ser humano gosta de apontar os erros dos outros e dizer que conhece uma pessoa com esses e aqueles defeitos. Que fulano é assim e assado. Que tal pessoa faz isso e aquilo de ruim. E tantas outras falas sempre em tom pejorativo, agressivo e negativo. Apontar o defeito é mais fácil, não é? Não consegue ver qualidade nas pessoas? Sabe apenas derrubar? Pra quê tanta energia negativa? Por que tanto ódio? Por que não buscar a própria evolução e deixar o vizinho, o parente, ou quem quer que seja viver? Oro para os que são assim porque sem o autoconhecimento e sem boas energias nada vai pra frente. Já parou para pensar que quando você aponta o defeito do outro na verdade é uma forma de espelho? Talvez essa seja a sua maior imperfeição. Cuide de você, talvez esteja doente por dentro!

Beijos,
Nina

Redes Sociais

28 comentários:

  1. Forte e necessária mensagem Nina. Tão mais cômodo, mais fácil apontar para o outro sem nos enxergamos com nossas imperfeições. Também acredito que viver dessa forma tão negativa, sem encontrar qualidade, valores, beleza nas pessoas só faz nossa vida estagnar ou pior, andar pra trás.
    Boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Ana. Pena que nem todos consigam enxergar isso...
      Beijos...

      Excluir
  2. Oi Nina. Tudo bom?
    Belíssimo texto para nos fazer refletir nessa segunda-feira.
    Pego-me pensando no quão fácil é julgar o outro, antes mesmo de olhar para si e identificar aquilo que precisa ser melhorado.
    Sei que é clichê, mas já dizia o ditado... "Ao apontar um dedo para alguém, lembre-se dos quatro dedos que estarão apontados para você" ;)

    Grande beijo ♥

    Thati;
    http://nemteconto.org

    Venha participar do sorteio de um exemplar autografado de "Pó de lua".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super verdade, Thati. Infelizmente perdi o sorteio. Vou ficar ligadinha nos próximos.
      Beijos...

      Excluir
  3. Nina, Nina, Nina! Pura verdade, nunca há elogios.

    ResponderExcluir
  4. Apontar é sempre mais fácil, esquecem que só há Um que pode julgar.
    Se as pessoas parassem de focar nos erros dos outros e focassem em seu próprio erro/defeito, tudo se resolveria! Mas talvez toda essa geração esteja mesmo doente por dentro, mas claro que há alguns que recebem dosagem da cura.

    Gabryel Fellipe e algo - Confins Literários, os fantasmas estão chegando com o mês de Outubro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente é mais fácil sim, Gabryel. Por sorte alguns recebem. :)
      Beijos...

      Excluir
  5. Adorei o texto! *-*
    É foda quando as pessoas só apontam os defeitos dos outros, né? >_<
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  6. Adorei o texto, principalmente por falar de algo tão básico que é o julgamento das pessoas.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico realmente feliz em saber que tenha gostado, Inês.
      Beijos...

      Excluir
  7. Nossa, tão verdade. O pastor da minha igreja costuma dizer que apontamos o dedo para julgar o erro alheio porque não temos os mesmos problemas de quem julgamos. São outros erros, outros problemas. Se tivéssemos os mesmos problemas certamente não apontaríamos. E é bem verdade.

    Beijokas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Neiva. O seu pastor tem toda ração. Se colocar no lugar do outro é sempre uma boa pedida.
      Beijos...

      Excluir
  8. ótimo texto Nina! acho que com a internet isso piora a cada dia mais, todo dia tem vejo comentários tão maldosos, apontando erros e tudo mais! muito triste ;/

    www.blogamorarosa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Grazi. Na internet as pessoas colocam a máscara do "posso tudo" e acabam falando coisas medonhas.
      Beijos...

      Excluir
  9. Ótimo texto.
    Infelizmente é assim mesmo.. Temos que aturar esse tipo de pessoa que não se enxerga e adora encher o saco dos outros.
    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  10. Muito bom.Realmente é assim, não vou ser hipócrita em dizer que nunca fiz isso,mas hoje já reconheço esse MEU erro, acho que todo mundo tem que olhar os próprios erros primeiro, antes de sair apontando o dedo por ai,pois quando olhamos nossos erros paramos de apontar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, July! Estamos aqui para nos melhorar.
      Beijos...

      Excluir
  11. Sempre vão ter pessoas fazendo isso, agora elogiar não tem né?
    Vc faz tudo certo é sua obrigação, vc erra pronto o mundo cai em cima...


    bjokas =)

    ResponderExcluir
  12. Infelizmente o mundo está cheio de pessoas assim. Que só sabem julgar, apontar o dedo e mostrar os defeitos.
    Elogios e palavras gentis estão cada vez mais em falta,
    Não entendo como existem pessoas que deixam suas próprias vidas para cuidar e julgar a vida dos outros. Isso chega a ser doentio.
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho que é algum tipo de doença, Eliana.
      Beijos...

      Excluir
  13. Oi Nina,
    Adorei o texto, me fez pensar bastante... quando eu estava no primário li um texto que falava mais ou menos assim:
    "A humanidade é uma longa fila indiana, todos andado com uma mão à frente do corpo e uma atrás, na da frente leva suas qualidades, na de trás seus defeitos, por isso cada um só vê suas qualidades e os defeitos de quem está na frente"
    Tá que esse texto pode meio que influenciar algumas pessoas a agir assim mas sempre que me vem aquela vontade de falar dos defeitos da pessoa a minha frente eu paro e penso "o que será que quem está atrás de mim está vendo?"
    Grande abraço Nina!

    Leitor Antissocial (e ocasionalmente no Confins Literários)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que incrível esse trecho. Se lembrar o nome do livro me avisa, tá?
      Vou carregar isso comigo também.

      Beijos,
      Nina & Suas Letras

      Excluir

Tell me! =)
Os comentários serão respondidos nesta página.