8 de fevereiro de 2019

Eu quero pular

PLEASE, leia o poema abaixo ouvindo “Whatever It Takes”, da banda Imagine Dragons. Eu escrevi ouvindo essa música e gostaria que vocês sentissem um pouco da vibe daqui. ♥

Eu quero pular

Posso falar de dor?
Posso falar sobre o que não é belo?
Sobre o que não é quente nem frio?
Sobre o morno?
I can’t!
Minha saliva não suporta
Posso cuspir?

Eu olho pro céu, mas não vejo estrelas
Eu olho pro chão e enxergo um túnel
Um labirinto vertical
Eu quero pular!
Me deixa saltar!
Eu estou sem paraquedas,
Mas quem liga?
Você nunca ligou!

por Nina & Suas Letras
Redes Sociais:
FanPage | Instagram | Youtube | Seja um Padrinho

31 de janeiro de 2019

Presente

Leia o poema abaixo ouvindo “Café Forte”, da banda Gragoatá. Eu escrevi ouvindo essa música e gostaria que vocês sentissem um pouco do que senti. ♥

Presente

Ah, menino!
Você tem alma de sol
Tem luz pra iluminar um estádio.
Você é café fresco
Esquenta um dia frio e aquece o peito.
Você é fogo
É uma lareira inteira.
Você é mar
É tempestade
Você é multiplicidade
É meu porto seguro.

Meu cobertor
Meu ar
Meu chão
Meu riso
Minha certeza de escolha
Minha melhor parte.

É espera
Encontro
É prosa,
Verso
É um soneto inteiro.

É canção que afaga o peito
É uma orquestra inteira
É filme que hipnotiza
É sol no dia
É lua à noite
É sonho
Eternidade
E certeza!

por Nina & Suas Letras
Redes Sociais:
FanPage | Instagram | Youtube | Seja um Padrinho

24 de janeiro de 2019

Onde está a chave?



Veio uma ânsia de vomito
Minou aquela vontade de colocar pra fora os espinhos
Comecei a arrancar um por um
Precisei me anestesiar
Peguei um vinho
um papel
uma caneta
Junto com aquela dose de coragem que a gente acha que nem tem mais, sabe?!

Fiquei imóvel
Senti uma frequência de arrepios que nem sei
Não sabia se era dor ou amor
Não sabia que horas eram
Não conseguia olhar
Só sabia sentir
Só sabia que eu devia estar ali

Colocaram trailers da minha vida
Eu não me achava ali
Era a minha terapia
Eu tentava chorar e não conseguia
Eu era um nó
Apertado
Meus pulsos foram amarrados
Minha garganta engasgava
Não conseguia respirar
Trancaram a coleira
Onde deixei a chave?

por Nina & Suas Letras
Redes Sociais:
FanPage | Instagram | Youtube