29 de agosto de 2013

Clichê

– Não sei por que, mas tudo que leio me faz lembrar você.
– Não vai enviar isso pra ela, né?! – disse a voz da consciência.
– ... Pode apagar a luz?

[engolindo seco uma gota de realidade]

                                                                                                     Por Nina

14 comentários:

  1. Oi NINA,

    e da minas gerais,sempre chegando coisas muito surpreendentes, como se já não bastasse o pão de queijo,Ouro preto, Tiradentes, Aleijadinho,comidinhas gostosas e este saboroso modo mineiro de viver,uai!

    Sabe, NINA a primeira vez que estive aqui senti que, algo de novo e bem bolado, estava neste seu blog.

    Então,comecei a procurar em cada uma das suas postagens e encontrei:É a sua sensibilidade!

    Pessoas sensíveis e criativas dão nisso, neste clichê!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paulo! Minas é de fato "um trem baum demais, sô".

      Agradeço imensamente a visita e espero que você volte e possa enriquecer o blog com seus comentários inteligentes.

      Que jamais percamos a sensibilidade pela vida

      Um abraço mineiro. :)

      Excluir
  2. A realidade nos intimidade qualquer sonho com suas garras de aço. Só os fracos, os excessivamente sérios, como a própria realidade, não conseguem romper a camisa de força de rígidos pragmatismos. O excessivo pudor nos paralisa, vivemos a protelar para amanhã, a adiar cada possibilidade inocente, espontânea de felicidade, a vontade de dançar na chuva. Um dia o tempo, a consciência da estupidez e da inutilidade de certos comportamentos, no presente, nos cobraram muito caro o tempo pedido e será muito tarde e agora inútil voltar atrás.

    Ah, Nina, tou enviando uma cópia do livro Feliz Ano Velho no formato PDF, ai você analisa antecipadamente se vale a pena por na usa cestinha e comprar o livro de verdade(link):

    http://www.jecelo.com/livros/dreamweaver/arquivos/f/feliz%20ano%20velho%20-%20marcelo%20rubens%20paiva.pdf

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que tenhamos sabedoria para viver o hoje nem esse excesso de pudor que nos estagna e nos impede de VI-VER.

      Fábio, muitíssimo obrigada por enviar o link do livro. Tenho algumas leituras para concluir, mas tão logo finalize quero conhecer o "Feliz Ano Velho".

      Forte abraço.

      Excluir
  3. Que sensacional esse texto mulher!!!!
    Gostei muito, me fez " rir" internamente e pensar em muitos sentimentos com 3 frases.
    Parabéns Nina!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bacana saber que o meu textinho te inspirou, Cainã.

      Abração. :)

      Excluir
  4. Adorei! Dizer isso dos seus textos é super clichê. rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha irmã, que delícia ler um comentário seu por aqui.
      BH sente a sua falta!

      Beijos

      Excluir
  5. Nina, que delícia de trecho. Achei maravilhoso!

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Francielle, obrigada pela visita e pelo elogio.

      Beijos

      Excluir
  6. Muito bom esse post
    Gostei bastante desse texto

    Já estou seguindo/curtindo
    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Angela, muito obrigada pela visita e por seguir. Volte sempre!

      Abraços

      Excluir

Tell me! =)
Os comentários serão respondidos nesta página.