21 de janeiro de 2015

[RESENHA] O Menino do Pijama Listrado, de John Boyne





INFORMAÇÕES: 
 

Título: O Menino do Pijama Listrado 
Título Original: The boy in the striped pyjamas: a fable
Autor: John Boyne 
Tradução: Augusto Pacheco Calil
Gênero: Ficção
Editora: Companhia das Letras
Ano: 2007
Número de páginas: 186
ISBN: 978-85-359-1112-1








Oi, pessoal, tudo bem?
O Menino do Pijama Listrado é um daqueles livros que você ouve TODO MUNDO falar super bem e então se dá conta de que você é a única pessoa na face da terra que ainda não, sabe? Sentia-me um ET, hoje não mais (risos). Assisti ao filme há alguns anos e recordo-me que achei incrível e falei "é, preciso ler esse livro agora", mas anos se passaram e acabei postergando a leitura. 2015 mal começou e tudo me leva a pensar que será um ano de leituras sensacionais. E se você aí não leu esse livro, levanta dessa cadeira e vai ler essa obra que Boyne criou em apenas dois dias e meio, acredite se quiser.
A narrativa é ambientada inicialmente na Alemanha, mais precisamente na capital Berlim. Bruno, um rapaz de nove anos, vivia com seu pai General Ralf, sua mãe e sua irmã Gretel na capital, e tiveram que se mudar para Haja Vista por causa do trabalho de seu pai. Bruno sempre fora um bom garoto, mas não aceitou a ideia da mudança de bom grado visto que em Berlim estavam seus melhores amigos, sua escola, sua linda casa, enfim, A SUA VIDA. Essa mudança - contra a sua vontade - foi imensamente dolorosa para o garoto e sua família, exceto o pai, mas em especial para Bruno que não se conformava com o novo lar e a nova história que teria de viver.

Logo que chegou, o garoto via pela janela adultos, jovens e crianças, todos eles vestidos com pijamas listrados, do outro lado da cerca. Bruno achava aquelas crianças estranhas e não entendia o porquê daquela roupa.

Algumas semanas se passaram, o garotinho continuava infeliz naquele local e não compreendia inúmeras coisas dentre elas:

1. Por que o Fúria havia mandado seu pai para trabalhar naquele lugar que não tinha nada;
2. Por que as pessoas vestiam pijamas listrados;
3. Por que um médico estava trabalhando como criado na sua casa.

É, Bruno era muito jovem para ligar os fatos e sofria com o seu novo lar.
(Foto by Nina)
Mas o tempo passou, meses se passaram... Bruno, que tinha o sonho de ser explorador, em um determinado dia resolveu explorar os entornos da sua nova casa. Caminhou em direção a cerca e encontrou um garoto chamado Shmuel, que veio a se tornar o seu melhor amigo. Shmuel tinha a sua idade, vestia o pijama listrado, mas era muito magro e com o semblante triste. Era uma amizade as escondidas. Bruno não sabia o porquê, mas achava que não era uma boa ideia contar para sua família sobre o novo amigo. Todas as tardes Bruno caminhava ao encontro do fiel amigo e sempre que podia levava algo para ele comer.

O Menino do Pijama Listrado narra uma história extremamente bonita e triste de amizade e cumplicidade entre duas crianças. Boyne mostra também a guerra através da visão pura de um garoto de nove anos e nas entrelinhas mostra a realidade o Holocausto.

Enfim, acho que tudo que eu disser sobre essa obra magnífica será pouco. Leiam. É sério. Leiam mesmo!


Por Nina
Redes Sociais
FanPage | Instagram

38 comentários:

  1. Oi Nina, tudo bem??? Adorei a sua resenha. Eu Vi apenas o filme. Mas tenho um problema em ler livros que tenham filmes. Sei lá, depois de assistir, perco a vontade de ler. Mas se leio, preciso assistir. Vai entender né??? kkkk.
    Isso só n acontece com continuações. Tipo, ontem, assisti, correr ou morrer. Tipo, agora preciso ler os livros, kkkk
    Mas Se Eu Ficar, filmes inspirados nos livros do Nicholas, esses não tenho vontade de ler, estranho né????
    Mas td bem, já que minha lista tá enorme, kkk
    E sei bem que sensação é essa de se sentir um et por n ter lido determinada obra, kkkk
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo ótimo e você, Gih? AH, que bom que gostou. Jura?! Confesso que também prefiro ler o livros antes, mas quando já assisti ao filme e o livro é super bem recomendado eu leio sem problemas. :)
      Beijocas

      Excluir
  2. Nina, eu ainda me sinto um ET, hahaha. Só o Marcos leu esse livro, eu ainda não tive essa oportunidade. Mas confesso que preciiiiiiiiso ler, sem dúvidas.
    Já vou marcar como meta este ano.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 4 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA... Espero que leia logo e assim que ler não deixe de vir aqui me contar o que achou. :)
      Beijos

      Excluir
  3. Olá, Janaína!!! Delícia sua resenha! Seu entusiasmo era o empurrãozinho que faltava para eu tirar o livro da estante e começar a ler!!! Uma aluna (12 anos de idade!!!!) me emprestou e fica pegando no meu pé para eu ler logo e discutir com ela. Ok, Bianca ficará feliz!!! No primeiro dia de aula, teremos muito o que conversar!!! Bjs, bjs!!! Continue escrevendo lindamente assim!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Modesta! Delícia é ler um comentário seu. :)
      Jura? Ah, então pelo visto a Bianca terá com quem conversar no primeiro dia de aula.
      Muito obrigada pelo apoio.
      Beijos...

      Excluir
  4. Adoro livros que retratem periodos históricos. O Menino do Pijama Listrado é lindo <3 Já li e assim como você indico muito !!

    David - (http://daavidjsc.blogspot.com.br/)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que ótimo, David. É um belo livro mesmo. :)
      Beijos

      Excluir
  5. Oi, Nina!
    Não sei se tenho coragem de ler esse livro, haha. Sou uma ET!
    Nem sei se tenho coragem para o filme também.
    É muita tristeza, gente. Preciso me preparar psicologicamente.
    Mas você falou tão bem, que vamos ver se eu animo.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério?! Então se prepare porque vale MUITO a pena, sério!
      Beijos

      Excluir
  6. Eu adorei ler esse livro. Foi a muito tempo atrás. Tenho um grande fascínio por histórias que acontecem tendo foco ou background o Nazismo.
    É triste e a gente torce pra que não acabe do jeito que acabou, mas achei um bom livro e o filme tbm!

    Beijooo

    http://resenhandosonhos.com

    ResponderExcluir
  7. Ooi, Nina!!
    Eu apenas vi o filme e amei, o que eu me arrependo é de não ter lido o livro ainda. É porque acabou a magia, sabe?? Mas eu espero poder ler um dia. Adoro a Segunda Guerra, é um dos meus temas preferidos. Claro, para se ler, mesmo sendo uma tragédia enorme =( Adoro a coragem do Bruno e do Shmuel, mas dá uma dó por conta da inocência...
    Fiquei de queixo no chão quando eu descobri que o autor demorou dois dias e meio para escrever esse livro maravilhoso. Eu demoro três dias para escrever um capítulo....
    Beijos!

    http://our-constellations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que pena, Ana. Mas espera passar um tempinho, quem sabe a vontade não aparece?
      Menina, eu também. Super rápido, né?!
      Beijos

      Excluir
  8. tô me sentindo o ET Nina! hahahaha
    já assisti o filme tb e achei lindo e falei a mesma coisa que você: preciso ler esse livro mas até agr nada! mas desse ano não passa haha

    www.blogamorarosa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA... Não se sinta!
      Assim que ler me diga o que achou. :)
      Beijos

      Excluir
  9. Oi Nina! Tudo bem?

    Também sou um ET, ha-ha. Ainda não li esse livro :/

    Só assisti ao filme e posso dizer que é muito bom. Espero que a história do livro conte com mais detalhes - apesar do mesmo ser bem pequenininho - e quero ler logo ><

    Pra então deixar de me sentir um ET também .-.

    Abs,

    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA...
      Você vai adorar o livro e depois que ler vai sentir um alívio e um peso de ET saindo da sua mente que não tem ideia...rs.
      Beijos

      Excluir
  10. Este livro é lindo, chorei litros quando li e chorei mais ainda depois que assisti o filme. Achei ele bem fiel ao livro.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  11. Olá, Janaína.
    Ainda não li O menino do pijama listrado, mas já assisti a obra baseado no mesmo e achei incrivelmente lindo e triste ao mesmo tempo. Quero muito ler futuramente este livro, na verdade todos do autor. Ótima resenha, até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme é lindo, mas o livro consegue ser ainda mais, Renato. Espero que leia-o em breve. :)
      Obrigada! Beijos...

      Excluir
  12. Oi, Jana! Confesso que nunca li esse livro, não por falta de vontade, mas porque sabia do final extremamente triste e não me sinto confortável com esse tipo de história. Li A Menina Que Roubava Livros, do mesmo gênero, e hoje é um dos melhores livros que já li. Não sei se você já leu, mas se não, fica a dica!

    Tem sorteio rolando no blog! www.opinada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, Augusta?
      Comecei a ler "A Menina que Roubava Livros" há alguns anos, mas acabei desistindo. Não rolou comigo, sabe? Mas pretendo voltar a lê-lo algum dia.
      Beijos...

      Excluir
  13. Oi Nina! Eu já li O Menino do Pijama Listrado e só posso dizer que sim é um livro maravilhoso, eu li ele em torno de 4 horas e a leitura foi muito boa me fez pensar e repensar muitas coisas!

    Bjs

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é bem rapidinho mesmo, mas muito rico em conteúdo. Que bom que gostou dele também. :)

      Excluir
  14. Oi Nina!!!
    Não li o livro nem vi o filme (um ET de duas cabeças), mas gostei bastante da resenha. Eu não curto filmes ambientados em guerras, mas como a história acontece sob o ponto de vista de uma criança, talvez eu experimente.
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA... Nem é assim vai! rs
      Sério? Ah, que pena! Eu adoro!
      Espero que um dia experimente a experiência. Beijos...

      Excluir
  15. Oi Nina!!! Li este livro ano passado, mas só tive coragem de assistir ao filme este ano. É impossivel não se emocionar né!? Uma obra linda e me fez refletir muito sobre a vida e sobre a forma que tratamos nossas crianças. Não sei porquê, mas isso ficou marcado pra mim. ;)

    Um superbeijo.

    www.pensamentosvalemouro.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Ah, isso é verdade. É um lindo profundo e encantados. Verdade. Por vezes elas participam inconscientemente de situações que poderiam ser poupadas, não é?!
      Beijos...

      Excluir
  16. Olá Nina, tudo bem?
    Eu gostei muito da sua resenha, comecei meu ano de 2014 com o mesmo livro e foi uma leitura incrível.
    John Boyne entrou no meu hall de autores favoritos para toda a vida e pretendo ler até sua lista de mercado haha.
    Beijos e boas leituras!
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo ótimo e você, Bruna?
      Que bom que gostou. :)
      Ah, eu também adorei a escrita de John Boyne e leio a lista de mercado dele sem problemas assim como você...HAHAHA...
      Beijos e pra você também.

      Excluir
  17. Já li esse livro, achei ele simplesmente incrível. http://cantinhodacarolll.blogspot.com.br/2015/01/cartas-na-rua.html

    ResponderExcluir
  18. Oi Nina!
    Eu achava que EU era a única pessoa do mundo que nunca havia lido "O Menino do Pijama Listrado", rsrs. Já li alguns livros do Boyne, mas nunca seu mais famoso e confesso que não é um dos que mais me chama a atenção.
    Como assim em dois dias e meio?! Fiquei chocada com essa informação, rsrs
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA... Você não está sozinha. Veja o monte de gente que comentou aí em cima...rs.
      Sério? Quais você leu?! Só conheço essa obra.
      Pois é, Mariana. Dois dias e meio. Também fiquei chocada quando li. =)
      Beijos...

      Excluir
  19. Oi, Nina! Li esse livro em 2011 e lembro de ter chorado tanto quanto mais me aproximava do fim. Histórias sobre o Holocausto sempre são tristes, mas esse livro vale a pena o sofrimento! Fico feliz que você tenha finalmente o lido. Beijinhos, Beatriz.

    www.odiariodeumaescritorainiciante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, Bia? É um livro muito intenso e triste, né?! Vale a pena o sofrimento mesmo...rs.
      Beijos!

      Excluir

Tell me! =)
Os comentários serão respondidos nesta página.