9 de janeiro de 2015

[RESENHA] Ensaio Sobre a Cegueira, de José Saramago

(Foto by Nina)






INFORMAÇÕES: 
 

Título: Ensaio Sobre a Cegueira 
Autor: José Saramago
Gênero: Romance português
Editora: Companhia das Letras 
Ano: 1995 
Número de páginas: 312 
ISBN: 978-85-7164-495-3









Olá, pessoal, tudo bem?
Quem leu a postagem 12 Livros para 2014 FAIL + 12 Livros para 2015 viu que o primeiro livro da minha meta de leitura era "Ensaio Sobre a Cegueira". E posso dizer que comecei 2015 com o pé direito. Além de eu ter dado o primeiro passo para cumprir a minha meta eu não poderia ter escolhido uma obra melhor. Esse livro me deixou incomodada, inquieta e meu sentimento agora se resume em: José Saramago, EU TE AMO absurdamente!

Quando comprei esse livro eu já havia assistido ao filme há um bom tempo, mas nenhuma adaptação cinematográfica poderia superar a magnitude da escrita desse português, filho e neto de camponeses que nasceu em 1922 e que entre tantas profissões foi desenhador, funcionário da saúde e da previdência social, tradutor, editor e jornalista.

A narrativa de Saramago tem início com um homem no trânsito. O sinal fecha e quando o sinal verde aparece todos arrancam seus carros com exceção desse homem. Buzinas, gritos e xingamentos são proferidos. O homem percebe de súbito que está CEGO, e não é uma cegueira negra, como as que já havia ouvido falar, é uma cegueira feito leite. Esse é o primeiro caso da epidemia de cegueira branca que se espalha gradativamente por todo o país.

A medida que os governantes tomavam conhecimento da "treva branca" direcionaram todos os que haviam sido "contaminados" a um manicômio. Nessa espécie de quarentena havia uma única mulher - esposa de um médico oftalmologista que também ali estava - que não se contaminou, ela ainda enxergava. Por que uma única pessoa foi isenta? Essa mulher ocupa um papel importantíssimo na narrativa e como a própria diz ela tinha "a responsabilidade de ter olhos quando os outros os perderam". Com o passar do tempo uns começaram a ficar contra os outros tornando aquele lugar um campo de guerra. Nesse manicômio, sobreviver com pouquíssimo ou quase nada tornou-se uma lei da qual não teriam escolha: tinham que seguir.
(Imagem by Nina)
Curioso que muitos dos atingidos pela epidemia de cegueira branca não perdem os hábitos e até os pudores com relação ao próprio corpo, como por exemplo, durante as trocas de roupas. Eles ficavam envergonhados mesmo sabendo que todos não enxergavam. Alguns demoravam a se habituar a nova condição.
(Imagem by Nina)
No começo tive um pouco de estranheza diante da escrita de Saramago, por conta da marcação de falas, etc. Sua pontuação singular acaba causando surpresa, mas isso acontece porque o autor desejou que fosse mantida a ortografia vigente em Portugal. Uma particularidade que vejo de forma positiva visto que ao apreciar a obra saímos da zona de conforto e inconscientemente acabamos conhecendo palavras portuguesas e um outro estilo de escrita.
(Imagem by Nina)
O livro nos proporciona inúmeras reflexões ao meu ver. Em meio ao caos podemos perceber:
  • O instinto de sobrevivência - o que o ser humano é capaz de fazer para manter-se vivo;
  • A ganância pelo poder - mesmo "todos" sem enxergar a ambição pela posição de liderança era algo que fugia do controle;
  • Quem somos? No fundo nada. Naquela situação em que se encontravam não adiantava dinheiro, status. Todos estavam no mesmo lugar.
Confesso que em algumas cenas meu estômago  embrulhou e tive que levar as mãos a boca de tanto nojo diante da degradação humana presente na descrição de Saramago. Ele era mesmo um gênio!
PS: Fiquei sabendo que a continuação do livro é "Ensaio Sobre a Lucidez". Nela o autor conta o que aconteceu com as personagens quatro anos após a cegueira. Nem preciso dizer que esse livro já entrou na minha lista de desejados né?! 

Por Nina
Redes Sociais
FanPage | Instagram

41 comentários:

  1. Hehe primeiro a comentar kk, gostei da resenha d+ e as páginas são meio amareladas do jeito que eu gosto kkk... :D ;)
    Abraços..

    http://www.umcontoliterario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Pedro Eu também prefiro as páginas amarelas. :)
      Beijos

      Excluir
  2. Saramago é mesmo um homem extraordinário. É, porque jamais deixará de ser, estando vivo nas suas palavras.

    Eu gosto muito do que ele escreve e pensa, mesmo quando ele causa esse asco, esse desespero por estarmos vivos nessa sociedade.
    Acho que o que mais incomoda na escrita diferente não é o português, mas esse desprezo pelos parágrafos curtos. Demora algumas páginas para que esqueçamos nossos hábitos.

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Lise. A estranheza é natural. Estou com muita vontade de ler outras obras dele...
      Beijos...

      Excluir
  3. Rapidinha na leitura rs...

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  4. Nossa, parece ser uma leitura e tanto!! Gostei da resenha demais, quem sabe eu consiga ler hehe

    http://criativare-leitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim uma excelente leitura viu, Thales. Que bom que gostou. Com certeza conseguirá. :)

      Excluir
  5. nunca li nada do autor, mas muita gente comenta super bem.
    eu nunca tinha lido a sinopse do livro (n sei nem porque), mas o título me intrigava pq seilá, acho diferente sabe.
    gostei da resenha, porém no momento n leria devido a quantidade enorme de livros que eu tenho pra ler e entregar (fora a faculdade), mas acho que reservarei algum tempo para dar uma olhada nesse algum dia.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compreendo perfeitamente, Alice. Separe sim algum dia para ler. É uma leitura que estou indicando para todo mundo. É realmente fantástico.
      Beijos...

      Excluir
  6. Desde que assisti o filme, o qual me deixou sem fôlego diante daquele caos, estou ansiosamente querendo ler esta obra. Gostei bastante da sua resenha, a qual me tirou algumas dúvidas sobre a escrita de Saramago. Mal posso esperar para ler! Abraços,
    http://cafeliterari-o.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Allenylson! Espero que leia em breve e depois venha me contar o que achou do livro. :)

      Excluir
  7. Assisti ao filme baseado nessa obra no ano passado. Fiquei chocado diante de tanta critica a nós mesmos seres humanos, até que ponto muitos chegamos, enfim...
    Ensaio sobre a Cegueira é um livro que quero muito ler, mas que sei que vai me chocar em muito, já que o filme em si já fez meio caminhou andado. Ótima resenha, até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que possa ler o livro em breve. O filme é bom, mas o livro, nem preciso falar né?!

      Excluir
  8. Oi Nina!
    Lembro que o filme me impactou bastante quando o assisti, imagino que a obra escrita deva ser ainda melhor, não sabia que existia uma continuação para a história, fiquei curiosa agora :)
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu também não sabia da continuação. Estou que não me aguento...rs.
      Beijos

      Excluir
  9. Oiii, tudo bem? Não conhecia o livro ainda, mas me interessei. Gosto desses livros que criticam a sociedade e a forma como nós enxergamos as coisas. Parece ser até um livro pesado, mas eu gosto =D
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo ótimo e você, Gih?
      É um livro pesado sim, mas que vale super a pena. :)

      Excluir
  10. Oi, Nina!
    Sou louca para ler Saramago, mas comecei a ler "O Evangelho Segundo Jesus Cristo" e ele realmente foi um gênio, a leitura apesar de ser díficil é cativante. Mas infelizmente parei de lê-lo e espero poder retornar logo.

    Beijos, Juliana.
    http://afinefrenzzy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, sou louca pra comprar "O Evangelho segundo Jesus Cristo". Dizem que é fantástico. :)
      Beijos

      Excluir
  11. Na faculdade fizeram um "resumo" do filme, na hora até achei que era um curta mesmo, depois que fui saber que tem o filme completo, e realmente algumas cenas dão nojo! Achei chocante e fiquei muito interessada em assistir o filme completo e fazer a leitura.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme é realmente chocante, mas o livro consegue ser ainda mais, Dessa. =)
      Beijos

      Excluir
  12. O modo como você falou da escrita do autor aguçou bastante a minha curiosidade! Sei lá, é só que me atraio por coisas assim.

    Nunca tinha ouvido falar do livro, e agora estou com vontade de ler ele *-*

    Ótima resenha!

    Parabéns pelo Blog!

    Abs,
    Jhonn.

    www.nemteconto.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é ótimo, Jhon! Acho que vai gostar. Obrigada! =)

      Excluir
  13. Oiee ^^
    Já tinha ouvido falar nesse livro, mas não sabia do que se tratava. Achei a história bem interessante, fiquei bastante curiosa para ler :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história é incrível, Dryh. Você vai adorar. :)

      Excluir
  14. Resenha muito bem resenhada! (Risos)

    Muito bacana, Nina!

    Ficou ótimo! Bela resenha!

    Uma semana maravilhosa pra você!

    Beijo GRANDE da Cia. De Teatro Atemporal!

    Clemente.

    ResponderExcluir
  15. Tenho de ler este livro :)

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  16. Eu comecei a ler esse livro, mas me irritava de ter que ficar renovando na biblioteca da faculdade, acabei abandonando, mas sou louca para retomar :/

    http://gotasdecaffe.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/GotasdeCafeblog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que pena. Espero que possa lê-lo em breve, Cecilia. :)

      Excluir
  17. Li e curti o livro,mas só... Me irritou demais essa ortografia e tudo mais. Muito ruim...dava dor de cabeça para ler. A trama é legal, mas o final é absurdamente sem graça.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério, Paloma? Que pena... Na verdade, há continuação. Você já leu?

      Excluir
  18. Olha primeiramente quero te dar os parabéns pela sua resenha, porque apesar do livro não ser muito meu gênero, eu tenho que confessar que você elaborou muito bem tudo sobre o conteúdo do livro. Gostei bastante. Mas eu nunca li nada do autor. Sempre tive pavor desses autores nacionais conhecidos por conta daqueles livros chatos que a gente lia nas escolas, e por conta disso, tenho um certo preconceito, mas logo acho que vou abrir uma exceção, até porque a gente quando pega um livro para ler a gente tem que aproveitar e não fazer algo por obrigação né? Acho que meu preconceito vai sumir quando eu reler alguns dos livros que já li desses mais clássicos e até mesmo desse autor que acho que não é do tipo de linguagem tão dificil. Mas mesmo assim não seria um livro que pegaria para ler por conta do gênero mesmo. Mas eu acho que vc escreveu também sobre ele que me despertou interesse. Sério. Muito dificil eu gostar viu? Mas enfim...PARABÉNS =]

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico realmente muito feliz por saber que tenha gostado da minha resenha, Silvana. Mas Saramago não é um autor nacional...rs.
      De qualquer forma compreendi o que você disse sobre o preconceito que as pessoas acabam colocando em alguns autores.
      Beijos

      Excluir
  19. Ei Nina,
    Vc acredita q n li nenhum livro do autor?
    Vergonha né? hahahah!
    Sua resenha ta ótima e mostra como Saramago escreveu este livro de uma maneira ímpar!
    Adorei a resenha!!

    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo? Ah, que nada. Sempre há tempo. :)
      Saramago é mesmo incrível!
      Que bom que gostou. Beijos

      Excluir
  20. Fantástico o livro. O filme nem tanto. Veja a minha resenha do mesmo...

    https://bagaceiradaartis.wordpress.com/2015/09/05/resenha-ensaio-sobre-a-cegueira/

    ResponderExcluir
  21. Amei sua resenha, mas seria legal você digitar os trechos ao invés de fotografar, mesmo assim foi muito boa e este livro é ótimo ^^

    ResponderExcluir
  22. Olá Nina, que bacana a sua análise!
    Dá uma olhada na resenha do Guilherme sobre o mesmo livro.
    http://ideiasja.com.br/ensaio-sobre-a-cegueira/
    Abs.

    ResponderExcluir

Tell me! =)
Os comentários serão respondidos nesta página.