24 de maio de 2014

[RESENHA] "Dom Casmurro", de Machado de Assis

(Foto by Nina)
INFORMAÇÕES:
Título: Dom Casmurro
Autor: Machado de Assis
Editora: Martin Claret
Ano: 2010
Número de páginas: 200
-

Resenha por Nina
Como eu costumo falar a minha relação com Machado de Assis é verdadeiramente um caso de amor. E com o romance realista Dom Casmurro não poderia ser diferente. Uma história polêmica e muitíssimo bem arquitetada pelo autor que demonstra e critica a sociedade da época rendendo inúmeras discussões e debates.
 Quem narra a história é o personagem principal, Bento Santiago, chamado também de Bentinho e apelidado de Dom Casmurro. Fica claro que Bentinho queria mesmo atar as duas pontas que estavam tão desconexas em seu pensamento: o passado e o presente.
(Foto by Nina)
 Dom perdeu o pai ainda na infância e vivia com a mãe, os tios e um agregado. Passou grande parte de sua infância com a amiga Capitu com quem estreitou os laços cada dia mais e mais e fez planos de um dia se casar. Porém, veio a tona uma promessa da mãe de Bentinho, D. Glória, que ao perder uma criança prometeu que se o próximo filho nascesse ele se dedicaria à vida religiosa e padre se tornaria. Tal situação criou conflitos que passaram a atordoar os pensamentos de Dom, mas ainda sim ele e Capitu ficaram firmes na ideia do matrimônio. Não teve alternativa: foi ao seminário. Uma das alegrias de ter ido foi ter feito um grande amigo, Escobar, com quem passou a ter contato para o resto da vida. Um tempo passou, ele voltou, tornou-se médico e, conforme prometido, casou-se com Capitu.
(Foto by Nina)
 No entanto, ao conviver mais proximamente com o casal de amigos Escobar e sua esposa Sancha, Bentinho passa a desconfiar da fidelidade da esposa e do amigo. Ainda sim, um filho tiveram. O angustiante para Dom era que - para ele - cada dia que se passava o garoto parecia mais e mais com Escobar fisicamente e tinha os trejeitos do amigo. Tal situação, causou uma repulsa em Dom o que levou a  aumentar ainda mais o seu ciúme, a dúvida da paternidade e a ambiguidade gerada a respeito da traição oculta entre o amigo e sua esposa. Mas essa desconfiança seria realmente plausível ou uma esquizofrenia de Bentinho?
Há diversos aspectos interessantes do livro e um deles é o fato de o narrador dialogar o tempo inteiro com o leitor, instigando-o e desafiando-o.
(Imagem by Nina)
Outro quesito que por vezes desencoraja o futuro leitor é a complexidade da linguagem utilizada por Machado de Assis tida como "de difícil compreensão". De fato, por ser um livro de época algumas palavras causam sim estranheza, porém nada que impeça a interpretação e que após algumas dezenas de páginas lidas não seja vencida pelo encantamento e curiosidade despertados pela obra.
Sem dúvida, acredito ser uma obra "obrigatória" e que todo o indivíduo pensante deve ler antes de morrer. O trabalho feito por Machado é brilhante e possui enraizada uma série de criticas de cunho social, religioso e comportamental.
E o mistério quanto a paternidade do filho? E a pergunta que não quer calar: afinal, Capitu traiu ou não traiu o Bentinho, caro leitor?

Redes Sociais

41 comentários:

  1. Oi, Nina!

    Eu sou completamente louca por esse livro! É um dos meus favoritos! Acho que a genialidade do Machado de Assis está mais gritante nessa obra, em cada linha, cada capítulo. Acho muito triste ver muitas pessoas menosprezando o livro sem ao menos lê-lo só por ele fazer parte das leituras obrigatórias para estudantes. Ele é maravilhoso! Até hoje esse mistério da paternidade me corrói hahahaha!

    Beijos
    aquelaborralheira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Jana, eu também. Eu penso o mesmo: as pessoas devem dar uma oportunidade independente de ser um clássico tão "amado" e "odiado" ao mesmo tempo.
      Beijos

      Excluir
  2. Pois é. Dai passam esse livro na escola pra um bando de adolescentes que não tem estrutura alguma de leitura, e o que acontece? Eles desgostam, claro!
    Eu pessoalmente tenho uma verdadeira adoração por esse livro. E até hoje tenho vontade de ressuscitar o cara para perguntar se Capitu fez ou não o babado. ahauhauahuah
    É uma leitura para um leitor experiente, com certeza! Mas é magnífico!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol, concordo plenamente com você. Acho que é sim uma obra para um leitor experiente, porém um livro que deve sim ser apresentado na escola, porém de uma forma que não seja traumática.
      Beijos

      Excluir
  3. Boa resenha, Nina! Gostei de relembrar "Dom Casmurro"... Gosto demais de Machado de Assis, seus livros são profundos e atuais...
    Abraços e Um Ótimo Fim de Semana...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Anete! Machado é incrível mesmo.
      Boa semana! :)
      Beijos

      Excluir
  4. Oi Nina, tudo bem?
    Eu discuti esse livro na escola, o professor de literatura era muito bom. Até hoje tenho dúvidas, mas sinceramente, acho que foi tudo da cabeça dele, não houve traição. Eu gosto muito desse livro.
    E a linguagem não me incomoda, como eu adoro livros épicos e históricos, já estou acostumada e até gosto quando usam essa linguagem, ajuda a nos transporta para a época em que a trama é desenvolvida.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo ótimo e você, Cila?
      Que ótimo. Como é bom ler um depoimento positivo sobre literatura na escola. :)
      Será que foi tudo fruto da imaginação de Bentinho?
      Beijos

      Excluir
  5. Ai...eu não li muitas obras do Machado de Assis, mas enfim...quero muito ler essa.
    Se puder passa lá no blog também.
    Bloody Kisses!
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, Paloma. Vale super a pena. :)
      Beijos

      Excluir
  6. Machado de Assis realmente é um caso de amor, assim como você sou fã da escrita dele. Acho que todos deveriam dá a oportunidade de ler algo dele.
    Dom Casmurro é uma obra incrível, e ainda mais faz cada leitor interpretar as dúvidas que ficam em aberto se foram ocorridas ou não. Enfim...
    Até mais. http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bacana, Renato.
      Temos mesmo que nos permitir conhecer um pouco mais da escrita desse gênio.
      Beijos

      Excluir
  7. Eu nunca li esse livro e acho que a palavra obrigatória é a responsável por isso. Tenho um certo trauma em ler livros obrigada na escola e esse é um deles.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sil, espero que supere esse trauma o quanto antes e leia o livro incrível.
      Beijos

      Excluir
  8. Nina, li esse livro quando era adolescente e, ao contrário dos meus colegas, me encantei por ele. Sou fascinada por leitura desde bem pequena, talvez por isso tenha gostado tanto dos clássicos que li na escola. Na época, meu palpite foi que a Capitu não traiu Bentinho... rs... acho que vou reler pra ver se minha opinião mudou! hahaha... Pena que nunca teremos a resposta! hehe...

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que coisa boa ler o seu depoimento, Ju. No meio de tantos "traumas" me alivia ler um "me encantei por ele"...rs.
      Será que foi tudo esquizofrenia do senhor Bentinho? Verdade...rs.
      Beijos

      Excluir
  9. Ainda não li esse livro, mas morro de vontade! Adorei saber mais sobre ele ♥ (e amo essas edições ! kkkkkk)

    Beijos :*
    www.tainahrodrigues.com
    fantasiandocomoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Tainah! :)
      Espero que leia logo para compartilhar a sua opinião.
      Beijos

      Excluir
  10. Oi, Nina! Tudo bem?
    Eu tenho uma paixão enorme por "Dom Casmurro", foi o primeiro livro do Machado de Assis que eu li e viciei logo de cara! É uma pena que as escolas forcem a leitura dele muito cedo o que acaba gerando muito rejeição.
    Ah, adoro essa dúvida que fica no ar e eu acredito que a Capitu tenha traído sim o Bentinho, prefiro pensar nessa história com um final polêmico hehe Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo ótimo e você, Jéssica?
      Que bacana. Verdade. Acho que a escola tem o papel de apresentar essas obras aos alunos, mas de uma forma leve e sem grandes pressões.
      A pergunta que não quer calar...rs.
      Beijos

      Excluir
  11. Oi Nina! Como a Jéssica colocou, eu li na escola num contexto de pressão por nota e aquele zum zum de que o livro era chatíssimo.
    Reli agora com meu filho adolescente e me apaixonei! E o melhor consegui passar para ele este fascínio que também estava formando opinião errada...
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por vezes não estamos mesmo maduros para certas leituras, não é?
      Que bacana ter a oportunidade de experimentá-lo em uma outra época. Fico feliz que o livro tenha feito sentido para você e seu filhote.
      Beijos

      Excluir
  12. Olá, tudo bem???
    Eu li esse livro na minha adolescência na época de escola... lendo sua resenha pude recordar do quanto a leitura foi rápida e prazerosa... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem e você, Diana?
      Que ótimo. :)
      Beijos

      Excluir
  13. Oi Nina, Assim como os outros eu também li por recomendação da escola, mas como sempre gostei de ler. Li com todo prazer é uma história envolvente de ler. Gostei tanto que acabei relendo aqui de novo só para recordar. Se Capitu traiu ou não, não sei. Mas e aquela semelhança toda, será que era da cabeça do Bentinho? Bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bacana, Nal.
      É exatamente essa a pergunta que sempre me faço. Seria esquizofrenia de Dom?
      Beijos

      Excluir
  14. Karambaaaaaaa a última vez que li esse livro foi na minha época de escola e tinha acho que uns 15 16 anos =x Eu sinceramente nunca curti muito esses livros clássicos da Literatura, mas acho que hoje em dia o meu ponto de vista pode mudar, até porque quando eu era mais nova eu não ligava tanto pra leitura como hoje. Gostava de ler, mas não esses nacionais, principalmente por causa da linguagem que eles usam. Mas eu acho que pretendo ler novamente, porque tenho curiosidade pra saber sobre a história novamente e achei bastante interessante vc resenhar o livro aqui. Outro que gostaria muito de ler é o PRIMO BASILIO. Já vi o filme brasileiro e gostei bastante da trama, mas o livro não. Espero ter a oportunidade de ler e se vc chegar a ler e colocar aqui em seu blog me chama, porque adoraria conferir =]

    Estou seguindo aqui tá?Poderia me retribuir?
    bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Silvana.
      Que bacana. Acho que vale a pena uma releitura para você analisar a obra com uma maturidade maior, não é?
      Também assisti ao filme e li o livro há bastante tempo. Irei relê-lo para fazer uma resenha sim. :)
      Beijos

      Excluir
  15. Oi Nina!
    Eu também tenho um caso de amor com o Machado de Assis. Li "Dom Casmurro" 3 vezes e quero muito ler de novo, assim que possível. Outro que eu adoro do autor é "Memórias Póstumas de Brás Cubas"
    Bom...para mim, a Capitu traiu sim o Bentinho. Mas veremos se nas próximas leituras eu capto alguma informação que passou despercebida e mudo de ideia ;)
    PS.: O primeiro quote que você marcou é um dos meus favoritos.
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom! "Memórias Póstumas de Brás Cubas" é incrível mesmo.
      Ah, essa dúvida cruel...rs.
      PS: Que bacana. :)
      Beijos

      Excluir
  16. Oiee ^^
    Eu tinha (ou tenho? *-*) esse livro, mas não chegava perto. Por ser leitura obrigatória em vestibulares e na escola eu acabei odiando ele sem nem mesmo conhecer, pois coisas obrigatórias a gente odeia né? kkk'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! Mas o que acha de dar uma chance? Acho que pode ser uma ótima experiência. :)
      Beijos

      Excluir
  17. Meu caso com o machado é um pouco diferente, está mais para amor e ódio, dependendo da obra

    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs... É mesmo, Pah?
      E com Dom Casmurro, é amor ou ódio?
      Beijos

      Excluir
  18. Eu adoro esse livro! Lembro que tive que relê-lo para o vestibular e foi só alegrias.
    Esse mistério de traiu, não traiu, por mim é o segredo literário melhor construído que já li. Pois ao mesmo tempo que morro de curiosidade, se Machado tivesse desvendado o mistério, por mim perderia metade da graça! :)
    Quanto as palavras rebuscadas, já lançaram tantas edições desta obra, que acredito que uma delas deve ter uma "adaptação lingüística", como andam fazendo por aí com outros romancistas brasileiros.
    Adorei a resenha!

    Um beijo Lara
    http://meusmundosnomundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é realmente fantástico, Lara. Mas acredito que uma adaptação deixaria a obra vazia e perderia os traços da escrita de Machado.
      Que bom que gostou da resenha. :)
      Obrigada pela visita. Beijos

      Excluir
  19. Esse livro é um clássico! Quem não leu, realmente precisa ler. Concordo plenamente com você. Dom Casmurro é um dos meus livros favoritos e tenho uma grande admiração por Machado de Assis.
    Quanto ao fato da traição, não mudo de ideia, em minha opinião, Capitu traiu Bentinho.

    Adorei sua resenha! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Thamiris!
      Ah, menina, será mesmo? Tenho lá as minhas dúvidas e por vezes vejo Bentinho completamente desequilibrado...
      Beijos

      Excluir
    2. Machado sabe como enlouquecer um leitor! hahaha

      Excluir
    3. Verdade, Thamiris. Ó, dúvida cruel! rs

      Excluir
  20. Este livro é clássico dos clássicos! Além de leitura atraente, tem um papel muito importante na literatura brasileira. É uma das minhas referências literárias. Estava vendo seu site e caí aqui. Bem bacana todo o conteúdo, parabéns!
    Aproveito pra convidá-la a conhecer meu espaço também. Estou começando um blog sobre livros, chamado O Eu Literário (www.oeuliterario.wordpress.com), e visitas são muito bem-vindas. :)
    Beijinho

    ResponderExcluir

Tell me! =)
Os comentários serão respondidos nesta página.