28 de abril de 2009

Prazer



Uma noite inexplicavelmente quente.
Perfeita pra dois corpos que transpiravam fogo.
Eu te sentia e te queria
como há tempos não acontecia,
como há tempos eu não me permitia.

Entorpecia-me de prazer
e de euforia.
Como eu sempre desejei,
acho que encontrei!

Perdia-me no tempo
Não existiam horas.
Nada que me prendesse
e me impedisse de voar.

Nos teus beijos
encontrei o refugio e
perdi o controle!

Descobri que a intensidade
vale mais que um longo período.

Descobri que perto de você
posso me perder
que logo, você ajuda eu me encontrar.

Janaína de Souza.

{Ouvindo: Stereophonics - Maybe tomorrow}

9 comentários:

  1. Uauuu!!! Usou uma boa inspiração heim!!
    Ficou lindooo..

    ResponderExcluir
  2. Que liindooooooooo!!!!!!!!!!!!!!!

    Pode passar no meu sempre que quiser...=D

    ResponderExcluir
  3. Dois corpos que transpiram fogo!!!
    Prazer...td que uma boa alma procura! essa frase me fez flutuar e aventurar, isso não é só inspiração é algo mto além do desejo de possuir, de ser tocada e amada! Mto delirante!! Amei!! bjs

    ResponderExcluir
  4. Que isso ein Nina..
    Tah d+...
    Ficou show de bola.Tem q publicar isso logo pra todo o mundo,e todos reconhecerem q vc escreve mto..rsrs
    Parabens.

    ResponderExcluir
  5. Realmente a intensidade vale mais do que um longo período.
    As vezes não nos damos conta de que os maiores momentos de prazer de nossas vidas chegarão e passaram num piscar de olhos.
    E quando percebemos ele se foi...
    Adorei!
    Parabéns!

    Bju
    Daniel Ricardo

    ResponderExcluir
  6. Muito lindo !
    E a descrição de sensações mais uma vez ficou perfeita!

    Bjos

    ResponderExcluir
  7. um poema muito elevado e sublime!!!!!!

    ResponderExcluir
  8. intenso. parabens. gostei muito.

    ResponderExcluir

Tell me! =)
Os comentários serão respondidos nesta página.